17 agosto 2015

Resenha - Para todos os garotos que já amei

Um livro de uma leveza que nos impressiona é Para todos os garotos que já amei da Jenny Han. À primeira vista parece ser mais um livro clichê de adolescente, mas ele consegue mostrar que é mais do que isso.


Para todos os garotos que já amei, conta a história de uma adolescente cheia de sonhos, Lara Jean tem dezesseis anos e vive com o pai e suas duas irmãs. Após a ida de sua irmã mais velha para a faculdade, a vida da menina muda completamente com um acontecimento totalmente inesperado. Não sabendo ela, que esse acontecimento iria provocar uma reviravolta na sua vida. 

Em seus dezesseis anos ela se apaixonou por cinco garotos e para cada um escreveu uma carta de despedida que guardava na sua caixinha azul petróleo, onde revelou suas opiniões sobre eles, seus desejos e seus sentimentos mais profundos. Entretanto, em um certo dia essas cartas são, misteriosamente, enviadas aos seus destinatários. A partir desse momento, as coisas tomam um rumo que Lara Jean não consegue controlar. Além disso um dos garotos é o ex-namorado de sua irmã mais velha! Com isso, ela inventa um namoro de mentirinha com um dos meninos mais populares da escola (depois de tanta insistência de Lara ele acaba aceitando) para tentar escapar dessa. E bem...vou deixar que vocês descubram como se desenrola essa história...

"Nunca recebi uma carta de amor. Mas, ao reler esses bilhetes, um atrás do outro, sinto que recebi."

"Como se todos os que vieram antes dele tivessem apenas me preparado para isso. Acho que agora consigo ver a diferença entre amar alguém de longe e amar de perto."



Li esse livro em menos de dois dias, me envolveu de tal forma que não acontece com tanta facilidade. É um livro romântico, rápido e divertido ao mesmo tempo. Além disso, o livro não retrata só a vida amorosa de Lara, mas fala também de sua relação familiar, o que faz com que o leitor se sinta mais "em casa". É uma ótima opção para quem gosta de leituras leves e divertidas, espero que gostem tanto quanto eu gostei!


Um beijo,
Duda.

12 agosto 2015

Show - Roupa Nova em Porto Alegre

Deveria ter uns cinco anos quando escutei Roupa Nova pela primeira vez. Meus pais ligando o rádio ou colocando o CD para tocar todo domingo pela manhã me incentivaram a gostar de uma das maiores bandas brasileiras de pop/rock. Quando surgiu a oportunidade de ir em um show deles com meu namorado fiquei super feliz. O show aconteceu em maio (é, eu já deveria ter postado antes) no Auditório Araújo Vianna em Porto Alegre. 


A banda surgiu em 1980 e possui até hoje (sim, até hoje!) a formação original, o que é raro para bandas que estão na estrada há mais de trinta anos. Composta por Paulinho, Serginho, Nando, Kiko, Cleberson e Ricardo Feghali, o Roupa Nova conquista milhares de fãs e me conquistou. O show foi para comemorar os 35 anos da banda, e eu estava lá junto com um auditório praticamente lotado de fãs. Com muita animação do início ao fim, cantaram as músicas que marcaram gerações como Dona, A Força do Amor, Amar É, Seguindo no Trem Azul, Meu Universo é Você, entre muitas outras. 


No final, para deixar o público ainda mais animado, eles tocaram o hit Whisky a Go Go e Show de Rock'n Roll (que é a minha preferida). Além disso, fizeram o auditório todo dançar e cantar ao som de músicas que segundo eles, o público raramente sabe que são deles, como o tema da vitória do Ayrton Senna. E, também, animaram o público com uma seleção de músicas antigas dos Beatles, Rolling Stones e Guns


É claro que não podia faltar uma foto minha com meu amor <3. Fiquei muito feliz de ir em um show, ainda mais do Roupa Nova, com ele. Foi um show muito contagiante e divertido, para quem gosta e não teve essa oportunidade vale muito a pena. Para quem não conhece a banda, sugiro que escute. É algo antigo, mas tem músicas românticas, músicas mais agitadas, músicas que marcaram e, acredito, irão marcar gerações.  
© Eduarda Graff | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.