21 abril 2016

Show - Rolling Stones

I was born in a crossfire hurricane. Foi com Jumpin' Jack Flash que começou um dos maiores shows que Porto Alegre já presenciou. A lendária banda de rock, Rolling Stones, fez seu primeiro espetáculo no Rio Grande do Sul no dia 2 de março com a turnê América Latina Olé Tour 2016, deixando milhares de fãs enlouquecidos com a procura de ingressos (inclusive eu!).

Eu e minha prima, do Finding Neverland.

O show foi simplesmente épico e aconteceu no Estádio Beira-Rio. Todas as músicas esperadas tocaram, como: It's Only Rock 'n Roll, Let's Spend The Night Together (música escolhida pelo público, a qual foi muito emocionante), Miss You, Gimme Shelter e Start Me Up. 

Entretanto, o que mais emocionou o público foi a jovialidade da banda. No auge dos seus 74 anos Charlie Watts, baterista e o integrante mais tímido da banda toca bateria como um garoto de 16 anos! E não é só ele, Keith, Ron e Mick tem uma disposição que nos assusta, mas, sem dúvida, o que ajudou a demonstrar isso foi um acontecimento um pouco inesperado durante a turnê no Brasil: a presença da chuva. Sim, havia chovido um pouco nos outros shows, mas em Porto Alegre ela durou o show inteiro!




















Claro que, tanto para o público quanto para a banda, a chuva não atrapalhou. Os integrantes se mostraram ainda mais animados com a presença dela; tocando e cantando embaixo de muita chuva eles não diminuíram a energia (de jovens) dentro deles. Além disso, Mick Jagger mostrou o porquê é considerado um dos maiores ídolos do rock; o cantor rebolou, cantou e até arriscou algumas gírias gaúchas, o que fez o público entrar em êxtase. 

Foto: Júlio Cordeiro/Agência RBS.

Acredito que Porto Alegre nunca viu show igual, desde o caminho para chegar ao estádio, o qual incluiu muita gente feliz e músicas da banda em carros de som, até a saída do show foi tudo gratificante para o público. Mick Jagger demonstrou sua capacidade de agitar cerca de 48 mil pessoas seja na chuva ou não; a parceria da banda, carisma e a alma jovem dos quatro integrantes fez a banda, que começou em 1962, tocar por prazer o bom e velho rock 'n' roll. Sem dúvida nenhuma, os Stones agitaram a capital dos gaúchos e é claro (visto pela presença no palco), ficaram felizes em tocar pela primeira vez na cidade. No final da noite eu, como todos que estavam lá, foram para casa felizes e satisfeitos com o lendário espetáculo presenciado naquele 2 de março chuvoso em Porto Alegre. 
© Eduarda Graff | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.